sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Sobre a inveja do lixo

Pois que me faltam pelos cabelos e bocas encarnadas
Me falta a carne que não treme
Pois que me falta a água, a mágoa, salivas e outros fluidos a escorrer pelo chão
Faltam-me ainda contos, lençóis e camas
Falta sempre um pijama – figurino de festa

Falta-me a atitude, coragem, palavra solta
Falta ser cool, Cult bacaninha
E quem sabe assim meio patricinha
A encantar boys e girls desavisados

Faltam cabeças de deuses e deusas
Num figimento de fé
(fé sempre me falta)
Falta um pedaço de mar nos olhos
Falta um retrato meu pintado a óleo

Faltam-me centros e margens como as dela
Falta-me a malandragem como a dela
Faltam as unhas pintadas como as dela
Faltam doces-balas-chicletes como as dela
Faltam vírgulas no meu verso
Como ela

2 comentários:

  1. "Falta um pedaço de mar nos olhos
    Falta um retrato meu pintado a óleo"
    Lindo isso..

    ResponderExcluir