terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Minhas

Porque o poema me faz arder
me faz doer
me respira e expurga
e ao caminhar pela palavras sinto,
arrepiar-me as bochechas e rimas
meus silêncios e meninas.


2 comentários: